Quinta-feira, 12 de Março de 2009
ai se alguns PSD de Mirandela tivesse a coragem deste.....
Militante do PSD avança com primeira candidatura independente a Bragança 
 
Guedes de Almeida, um militante do PSD de Bragança que se tem destacado pela contestação ao executivo camarário social-democrata, anunciou hoje que vai concorrer à presidência do município, naquela que será a primeira candidatura independente na região.

O social-democrata assume como desafio convencer o eleitorado de Bragança de que está na altura de "fazer, através do voto, uma revolução pacífica democrática e acreditar em alguém de fora dos partidos". "As populações devem reflectir sobre se vale a pena apostar sempre nas candidaturas que os partidos impõem e se vale a pena continuar a votar nos partidos", disse Guedes de Almeida.

Advogado de profissão, Guedes de Almeida um dos primeiros a assumir, no distrito de Bragança, que está na corrida autárquica, vai protagonizar a primeira candidatura independente à câmara da capital de distrito. Militante do PSD há quase duas décadas, o causídico encabeçou, em 1991, a luta contra o encerramento da linha do Tua, entre Bragança e Mirandela, criando o GIN - Grupo de Intervenção Nordestina - que juntou 10 mil pessoas numa manifestação.

Já foi vereador independente na Câmara de Bragança e nos últimos anos tem participado nas estruturas locais do PSD, sendo um dos eleitos do partido na assembleia municipal de Bragança. Naquele órgão autárquico tem assumido uma posição crítica em relação ao actual executivo social-democrata, liderado por Jorge Nunes, contestando negócios como a polémica permuta com a empresa Bragaparques, que envolveu um centro comercial, um parque de estacionamento e um terreno da autarquia e que o Tribunal de Contas declarou ilegal e nulo.

Mais recentemente, participou ao Ministério Público do Plano de Urbanização da cidade, por entender que contém "ilegalidades e que reflecte apenas os interesses do presidente da câmara em detrimento dos interesses dos munícipes". Critica ainda o "isolacionismo" do autarca social-democrata em relação aos restantes onze presidentes de câmara do distrito e as "obras pontuais sem reflexão sobre se serviam os interesses do concelho e da cidade".

E assume que a sua candidatura "é um risco" por não ter a máquina partidária por trás, mas entende que a actual "obediência cega e subjugação aos partidos não é salutar para a democracia". Garante que as suas posições "não são contra o PSD, mas a favor dos princípios programáticos do partido", e considera que "há valores que não são negociáveis". Relativamente à equipa que o irá acompanhar, promete que será apresentada a seu tempo e que "será constituída por pessoas conhecidas (da cidade), que subiram na vida à sua custa sem arranjos partidários e sem andar atrás do tacho".



publicado por mocasantohilario às 21:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Terça-feira, 10 de Março de 2009
As Adjudicações do nosso Municipio de Mirandela

No passado dia 4 de Março a Câmara Municipal de Mirandela adjudicou  33.170.00€  à firma Pavimir para comprar pedra de pavimento e lancil. Nós até sabemos o número de adjudicação... vejam lá...

Pergunta útil: -  será que na região não haverá quem forneça a Câmara de Mirandela mais barato? ...

Há quem diga quem sim ... mas então porque será que o Município só adjudica este tipo de material a esta empresa?

 

Talvez  valha apena pensar nisto..



publicado por mocasantohilario às 20:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 9 de Março de 2009
Desistência de PSD abre Caminho ao PS para ganhar Alfândega da Fé

Autarca PSD de Alfândega da Fé desistiu de recandidatura 
O presidente da Câmara de Alfândega da Fé, João Carlos Figueiredo, desistiu da recandidatura autárquica e demitiu-se da presidência da concelhia local do PSD, disse hoje à Lusa fonte da distrital social-democrata.

O presidente da distrital do PSD de Bragança, Adão Silva, referiu ter recebido, na sexta-feira, uma carta em que João Carlos Figueiredo anunciava a sua renúncia ao mandato de presidente da concelhia do PSD e à sua recandidatura à Câmara de Alfândega da Fé.

A recandidatura do autarca social-democrata a um terceiro mandato já tinha sido aprovada pelos órgãos institucionais do PSD, designadamente as comissões concelhia, distrital e nacional do partido.

Segundo Adão Silva, João Carlos Figueiredo alega “razões pessoais e profissionais” para a sua decisão. O autarca não está, para já, disponível para dar explicações à Comunicação Social.

O líder da distrital social-democrata admitiu que a decisão de João Carlos Figueiredo foi recebida com “surpresa”, mas que será “um desafio para as estruturas locais do partido”, que prometem, já para sexta-feira, um novo nome para candidato às autárquicas.

Polémicas locais

Questionado sobre a rapidez com que será escolhido um novo nome, Adão Silva alegou que o PSD “não tem tempo a perder” e “vai encontrar rapidamente um novo candidato”.

De acordo com o responsável, está convocada para sexta-feira à noite, em Alfândega da Fé, uma assembleia concelhia de militantes em que um dos pontos da ordem de trabalhos será a escolha do substituto do autarca desistente.

O presidente da distrital disse ainda estar convencido de que a desistência de João Carlos Figueiredo não trará qualquer revés para o partido no concelho por entender que, embora “já fosse candidato legitimado, ainda não tinha ido para o terreno e assumido uma lógica de compromisso com as populações”.

Adão Silva escusou-se a associar a decisão de João Carlos Figueiredo com um possível desgaste resultante de polémicas locais, nomeadamente o falhado projecto Funzone Village, que prometia um investimento de 250 milhões de euros no concelho. “A única razão justificativa é a que consta da carta”, afirmou.

in publico



publicado por mocasantohilario às 19:44
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 1 de Março de 2009
Sondagem - Autárquicas 2009 - Fevereiro 2009

Se as  Eleições Autárquicas fossem hoje em que Partido votaria para a Câmara de Mirandela?

Partido Janeiro/2009 Fevereiro/2009 Subida/Descida
PSD

52.43%

 

50.62%

          - 1.81%    
CDS-PP

 

19.46% 

 

 10.58%

- 8.88%

PS

16.22%

17.28 %

+ 1.06%
CDU

 

3.24% 

9.67% + 6.13%

BE

8.65% 

11.86% + 3.21%

 

O número de votantes neste inquérito aumentou e apesar disso o PSD e CDS perdem votos, sendo o CDS a perder mais, no mês em que lançou dois comunicados sobre duas questões (complexo desportivo e barragem) em que a linguagem foi bem menos agressiva. O PS E O BE crescem neste mês.De salientar que nesta sondagem o PS passa a segunda força mais votada, deixando o CDS em terceiro.  Inicia-se hoje mesmo nova sondagem.



publicado por mocasantohilario às 20:28
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

.links
.mais comentados
.últ. comentários
Na sequência da denúncia que foi apresentada, cons...
Como é do conhecimento geral, um clube poderá sol...
Inclusão irregular de atletas estrangeiras - Époc...
Goste-se ou não de Camilo de Mendonça, ele trouxe ...
Olha! ao senhor mocas agora deu-lhe para fofoquice...
Olá Sr. Moca, ao fim de tanto tempo, aonde tem and...
. . . E mais engraçado: Sabem que devido ás tropel...
Torre de D. Chama…Porque a minha terra é mais impo...
Foi com muito desagrado que tive conhecimento do q...
Olá a todos!!!!Aqui o blog do sr. moca anda muito ...
.posts recentes

. Mota Andrade o deputado c...

. Balanco das autarquicas.....

. OS OPINANTES

. ACIM

. Torre D. Chama

. O BE em Mirandela

. Junta de Freguesia

. Mota Sapo Andrade

. O dia D

. ...

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds