Segunda-feira, 9 de Março de 2009
Desistência de PSD abre Caminho ao PS para ganhar Alfândega da Fé

Autarca PSD de Alfândega da Fé desistiu de recandidatura 
O presidente da Câmara de Alfândega da Fé, João Carlos Figueiredo, desistiu da recandidatura autárquica e demitiu-se da presidência da concelhia local do PSD, disse hoje à Lusa fonte da distrital social-democrata.

O presidente da distrital do PSD de Bragança, Adão Silva, referiu ter recebido, na sexta-feira, uma carta em que João Carlos Figueiredo anunciava a sua renúncia ao mandato de presidente da concelhia do PSD e à sua recandidatura à Câmara de Alfândega da Fé.

A recandidatura do autarca social-democrata a um terceiro mandato já tinha sido aprovada pelos órgãos institucionais do PSD, designadamente as comissões concelhia, distrital e nacional do partido.

Segundo Adão Silva, João Carlos Figueiredo alega “razões pessoais e profissionais” para a sua decisão. O autarca não está, para já, disponível para dar explicações à Comunicação Social.

O líder da distrital social-democrata admitiu que a decisão de João Carlos Figueiredo foi recebida com “surpresa”, mas que será “um desafio para as estruturas locais do partido”, que prometem, já para sexta-feira, um novo nome para candidato às autárquicas.

Polémicas locais

Questionado sobre a rapidez com que será escolhido um novo nome, Adão Silva alegou que o PSD “não tem tempo a perder” e “vai encontrar rapidamente um novo candidato”.

De acordo com o responsável, está convocada para sexta-feira à noite, em Alfândega da Fé, uma assembleia concelhia de militantes em que um dos pontos da ordem de trabalhos será a escolha do substituto do autarca desistente.

O presidente da distrital disse ainda estar convencido de que a desistência de João Carlos Figueiredo não trará qualquer revés para o partido no concelho por entender que, embora “já fosse candidato legitimado, ainda não tinha ido para o terreno e assumido uma lógica de compromisso com as populações”.

Adão Silva escusou-se a associar a decisão de João Carlos Figueiredo com um possível desgaste resultante de polémicas locais, nomeadamente o falhado projecto Funzone Village, que prometia um investimento de 250 milhões de euros no concelho. “A única razão justificativa é a que consta da carta”, afirmou.

in publico



publicado por mocasantohilario às 19:44
link do post | comentar | favorito
|

.links
.mais comentados
.últ. comentários
Na sequência da denúncia que foi apresentada, cons...
Como é do conhecimento geral, um clube poderá sol...
Inclusão irregular de atletas estrangeiras - Époc...
Goste-se ou não de Camilo de Mendonça, ele trouxe ...
Olha! ao senhor mocas agora deu-lhe para fofoquice...
Olá Sr. Moca, ao fim de tanto tempo, aonde tem and...
. . . E mais engraçado: Sabem que devido ás tropel...
Torre de D. Chama…Porque a minha terra é mais impo...
Foi com muito desagrado que tive conhecimento do q...
Olá a todos!!!!Aqui o blog do sr. moca anda muito ...
.posts recentes

. Mota Andrade o deputado c...

. Balanco das autarquicas.....

. OS OPINANTES

. ACIM

. Torre D. Chama

. O BE em Mirandela

. Junta de Freguesia

. Mota Sapo Andrade

. O dia D

. ...

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds